Nota de esclarecimento - Asilo Padre Cacique

Publicada em 07.11.2018

O Asilo Padre Cacique informa que tentou por mais de dez anos de forma pacífica um acordo para a  desocupação do imóvel localizado aos fundos da Instituição na Avenida Padre Cacique o qual se  destinava a residência de funcionário zelador.   Após o falecimento do, então funcionário, familiares do mesmo se apossaram ilegalmente do imóvel,  fato que motivou a propositura de uma ação judicial de reintegração por parte da Instituição. Ação  esta que tramitou desde o ano de 2009, com os mais diversos recursos protelatórios, inclusive  perante o Superior Tribunal de Justiça.   Desde às 9h desta quarta-feira (07/11) a Brigada Militar esteve presente no local para cumprir  a reintegração de posse ao lado do Oficial de Justiça, porém os moradores se negaram a deixar o  espaço. A ação foi suspensa próxima ao meio dia, em acordo acertado pela Brigada Militar e Justiça,  com a promessa de que o imóvel será desocupado pacificamente no prazo máximo de 72 horas.   O Asilo Padre Cacique lamenta profundamente que as coisas tenham chegado a tal ponto, mas  reitera a preocupação para que a medida judicial seja definitivamente cumprida, eis que tal área se  destina a imediata construção do Centro de Convivências Diário (espécie de creche, onde serão  acolhidos aproximadamente 150 idosos carentes).